MENU Navegação: Início Notícias COMUNICADO
Início
INAVIC
Legislação e Regulamentação
Facilitação e Segurança
Documentos Diversos ...
Medicina Aeronáutica
Licenciamento
Aeródromos e Nav. Aérea
Aeronavegabilidade
Passageiros
Transporte Aéreo
Formulários
Notícias
Eventos
Área Reservada
Serviço de Inf. Aeronáutica


 
COMUNICADO

por INAVIC aos 10/01/2020

No passado dia 7 de Janeiro de 2020, rumores postos a circular nas redes sociais, atribuíam ao INAVIC, responsabilidades pelo atraso registado no voo, comercializado pela empresa FLYAO e operado pela AEROJET, em avião EMB -145 com a matricula D2-FDF, com destino ao Lubango.  

Por serem falsas essas informações, o INAVIC demarca-se delas e esclarece a opinião pública o seguinte: 

  1. Com efeito no dia  12 do passado mês de Dezembro, o INAVIC recebeu um oficio com a refª.nº 269/AEROJET-DME/19, atraves do qual a operadora AEROJET, solicitava a inspecção anual do avião embraer com a matrícula D2-FDF, tendo em vista a renovação do Certificado de Navegabilidade, cuja validade terminaria a  06 de janeiro de 2020. 

  1. No dia 24/12/19 (data proposta pela AEROJET, porque os contactos foram feitos desde o dia 18/12/2019), o Inspector do INAVIC  indicado, para a missão  não pode realizar a tarefa, porque a pedido da AEROJET, a aeronave não estava disponível  por se encontrar a cumprir uma preenchida  grelha de voos, como é comum na quadra festiva, tendo ficado a inspecção adiada para o dia 26/12/19. 

  1. No dia 26, (pela mesma razão apontada no ponto 2, cumprimento de concorrida grelha de voos), a  inspecção também não pode ser realizada, tendo ficado definitivamente marcada para o dia 2/jan/2020, tendo a AEROJET sido alertada pelo Inspector do INAVIC  para o risco de paralisação ,  motivado pela eminente caducidade  do certificado. 

  1. Finalmente, no dia 2/1/2020, a inspecção fisica da aeronave foi realizada, ao que se seguiu a inspecção dos documentos dos programas de manutenção no dia 3/1/2020, culminando o processo no dia 6/1/2020, com a emissão do Certificado de Aeronavegabilidade solicitado, tendo a sua assinatura acontecido apenas no dia 7/1/2020, pelas 10h30m, dada a interposição do fim de semana. 

  1. Pelos factos , facilmente se concluí que o INAVIC agiu de forma expedita e nos marcos da lei e  das práticas e normas recomendadas da Aviação Civil. 

  1.  Assim, compete a AEROJET a nobreza de esclarecer  a opinião pública,  sobre o ocorrido, devendo informar a Autoridade sobre como protegeu ou ressarciu os direitos dos passageiros que foram sem dúvidas os mais lesados .  




República de Angola // Ministério dos Transportes ......................................................................................................... ©2008 Todos os direitos reservados.
Morada: Rua Miguel de Melo, Nº 96, 6º Andar // Telef.: 222 335 936 / 222 338596 - Fax: (244)222 390 529 // Luanda - República de Angola